Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > O que é o ISSN? > Atribuição do ISSN > Publicações que recebem o ISSN
Início do conteúdo da página

Publicações que recebem o ISSN

Publicado: Terça, 27 de Fevereiro de 2018, 18h20 | Última atualização em Terça, 27 de Fevereiro de 2018, 18h47 | Acessos: 507

Recebe o código ISSN todas as publicações seriadas. Por publicação seriada entende-se que é uma publicação editada em partes sucessivas que pretende ser continuada indefinidamente, podendo ser publicada em qualquer suporte (físico e/ou eletrônico). Nesse conceito, incluem:

  • Periódicos - Tipo de publicação seriada, normalmente publicada com frequência previamente definida, em fascículos sucessivos, caracterizada pela variedade de conteúdo e de colaboradores. São publicações de conteúdo técnico-científico com informações baseadas em resultados experimentais podendo conter informações e/ou observações de cunho científico ou de divulgação emitindo opiniões que se apresentam sob a forma: revista, anuários, boletim, jornais, anais de congressos, publicações de sociedades, séries monográficas, suplementos independentes e números especiais independentes etc.

  • Monografia Seriada -  São consideradas monografias seriadas, conjunto de obras ou documentos independentes que, além de possuírem seus próprios títulos, relacionam-se entre si mediante um título comum. Neste caso, o título da série, que é o título comum, receberá um ISSN, e cada tema tratado na série receberá um ISBN.

  • Suplemento independente: quando tem título e identificação próprios (número de volume e fascículo, data) e consequentemente o seu código ISSN. Neste caso, deve constar no verso da folha de rosto do suplemento, a informação Suplemento de:, com a indicação do título completo da publicação que suplementa, bem como seus números de volume e fascículo, data e o código ISSN. Na publicação, em contrapartida, devem constar, na mesma posição, a informação Suplementado por:, com a indicação do título completo do suplemento, bem como os números do volume e fascículo, data e o código ISSN (ABNT, 2003, p.9).

  • Número especial independente: aquele que possui título próprio e também paginação e identificação próprias (volume, fascículo, mês, ano). Por deter essa distinção, recebe o seu próprio código ISSN (ABNT 6021, 2003, p.3).

Fim do conteúdo da página